(In)confidência

26/03/2009

E então eu me despedia da dona Flora, a elegante e muito educada senhora que administra a Casa Branca, a agradabilíssima pousada em que me hospedei na Ilha de Moçambique, quando ela me diz:

– Sabe que eu sou descendente de um brasileiro?
– Ah, é?
– Sim. Ele esteve preso cá na ilha há muitos anos por sua atuação na Inconfidência Mineira. Foi o poeta Tomás Antônio Gonzaga.

Lembram-se de “Marília de Dirceu” e das “Cartas chilenas”? O próprio.

Anúncios

2 Respostas to “(In)confidência”

  1. mayra said

    sen-sa-cio-nal.

  2. jandirainbow said

    Wow!! que emocionante!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: